sábado, 12 de abril de 2014

Posted by Mulheres na ciência on 06:44 No comments

O MUNDO PRECISA DA CIÊNCIA,
A Ciência Precisa das Mulheres 




O prêmio For Women in Science foi lançado em 1988, produto de uma parceria entre a Fundação L’Oréal e a UNESCO, foi o primeiro prêmio dedicado às cientistas mulheres ao redor do globo, criado com o objetivo de valorizar e promover as mulheres na ciência. 

A cada ano, cinco notáveis pesquisadoras, uma por continente, cujas realizações de destaque têm contribuído para o avanço do conhecimento científico e gerado benefícios para a sociedade, são laureadas no programa.

O Brasil já conta com 5 laureadas de peso: Mayana Zatz (Genética - USP), em 2001; Lucia Previato (Microbiologia - UFRJ), em 2004; Belita Koiller (Física - UFRJ), em 2005; Beatriz Barbuy (Astrofísica - USP), em 2009; e Márcia Barbosa (Física - UFRGS), em 2013, entraram para o hall das contempladas, elevando o nome do país na ciência e servindo de motivação e inspiração para as gerações futuras. Como reconhecimento às enormes contribuições de seus projetos de pesquisa e às suas brilhantes carreiras, elas são premiadas com uma bolsa equivalente a cem mil dólares.

Além da premiação internacional de cem mil dólares, há, desde 2006, uma parceria entre a L’Oréal, a UNESCO e Academia Brasileira de Ciências que promove o único programa brasileiro dedicado a mulheres na ciência, um dos desdobramentos regionais do programa For Women in Science. Em oito edições, o programa “Para Mulheres na ciência” já premiou 54 jovens cientistas promissoras, incentivando-as na carreira com uma Bolsa-auxílio no valor, em reais, equivalente a U$ 20 mil.

As Bolsas-auxílio serão atribuídas nas áreas de Ciências Físicas (1 Bolsa); Ciências Biomédicas, Biológicas e da Saúde (4 Bolsas); Ciências Matemáticas (1 Bolsa); e Ciências Químicas (1 Bolsa).

As inscrições para o programa estão abertas até o dia 30 de maio, por isso é melhor inscreverem-se logo nesta oportunidade incrível através do site. Leiam todo o regulamento antes da inscrição, certo?! Boa sorte!

Desde o início, a L’Oréal e a UNESCO criaram o programa para ser global. Ano a ano, as iniciativas ampliaram-se e já são mais de 1.700 mulheres cientistas premiadas em 108 países desde 1998. O primeiro prêmio internacional concedido a mulheres cientistas tem se tornado, nos últimos 15 anos, fonte de inspiração para cientistas de todo o mundo e uma referência de excelência no universo acadêmico. Prova disso é a conquista do Prêmio Nobel de Química e Medicina por duas de suas laureadas: as Dras. Ada Yonath e Elizabeth Blackburn.



Site do programa For Women in Science: Aqui
Site do programa For Women in Science no Brasil: Aqui


Categories:

0 comentários:

Postar um comentário