sábado, 25 de outubro de 2014

Posted by Mulheres na ciência on 17:10 1 comment
Evelyn nasceu em 1º de maio de 1924 em Washington DC. Apesar de haver nascido em uma família humilde e crescer em meio a grande depressão, o que mais recordou destes anos foi a segregação racial da sociedade americana.

Cursou seus estudos nas escolas de Washington, sendo uma aluna excepcional e se graduou como um dos cinco melhores estudantes. A partir daquele momento somente aspirava ser professora.

Em 1941, com apoio econômico de sua tia e de uma pequena bolsa, começou seus estudos no Smith College, onde se especializou em matemática, física teórica e astronomia.

Ela se graduou brilhantemente em 1945 e recebeu uma bolsa da Smith Student Aid Society of Smith College para começar seus estudos de doutorado.

Entrou para Yale no outono de 1945 e começou a investigar análise funcional com a supervisão de Hille. Escreveu sua tese de doutorado “On Laguerre Series in the Complex Domain” em 1949, e junto com Marjorie Lee Browne graduada pela universidade de Michigan no mesmo ano, convertem-se nas primeiras afroamericanas a doutorar-se em Matemáticas.

Depois de terminar sua tese em Yale, Granville seguiu trabalhando em equações diferenciais com Fritz Jhon. Infelizmente, nem Hille, nem Jonh a animaram a publicar suas investigações. Depois de várias tentativas para conseguir um posto no Polytechnic Institute of Broolyn, sem consegui-lo, ao que parece foi rejeitada devido a seu gênero e/ou cor). Em 1950 Ela aceita um posto de professora associada na Fisk University de Nashville.

Não obstante, Evelyn, “que quis ser professora desde pequena, ão podia aceitar a forma tão restritiva com que as mulheres negras tinham que desempenhar seus postos acadêmicos no início dos anos 50. Considerando suas opções, era normal pensar em um emprego estatal... Na primavera de 1952 decidiu buscar um trabalho no governo e voltou para Washington D.C.”.

O trabalho que foi oferecido pela National Bureau of Standarts deu-lhe o dobro do sálario que tinha como docente. Evelyn escreveu:

“O trabalho consistia em consultar com engenheiros e cististas de análises matemáticas sobre os problemas relacionados com o desenvolvimento de misséis... conheci muitos matemáticos que estavam empregados como programadores de computador. Naquele momento o desenvolvimento de computadores eletrônicos estava no seu início. A aplicação de computadores aos estudos científicos me interessava muito, o que me fez considerar seriamente uma oferta de emprego na International Business Machines Corporation” (IBM).

Quando o programa espacial dos Estados Unidos começava a desenvolver-se, a Nasa contrata a IBM para implementar o software. Granville formava a equipe de matemáticos da IBM. Desse modo, ela trabalhou para Nasa na programação de órbitas para os projetos Vanguard e Mercury. Foi em sua opinião o trabalho mais interessante da sua vida.

Após seu casamento, em 1960, mudou-se para viver na Califórnia e continuou a trabalhar a Centro de dados dos Laboratórios de Tecnologia Espacial no cálculo e programação de órbitas espaciais.

Nos anos 60, uma época onde a demanda da indústria militar gerava grande atividade no campo de desenvolvimento tecnológico, Evelyn abanona a IBM e trabalha para a indústria privado no Projeto Apolo (programação de orbitas, análises numéricas e técnicas computadorizadas de digitalização).

Em 1963 regressa para IBM e toma o que qualifica como as mais importantes de sua vida. Ela se divorcia, permanece em Los Angeles e abandona a investigação na indústria privada para passar a ensinar analises numéricas e programação na Universidade do Estado de Los Angeles.

Em 1983, aos 59 anos, toma outra decisão mais importante na sua vida. Volta a se casar e vai morar com seu novo marido em um rancho no Texas.

Granville junto a 3 PhDs afroamericanas. 2005

Em 1967 ela aceita um posto de professora na California State University de Los Ángeles, ocupando-se também da preparação dos professores desta matéria. Este interesse peloensino a levou a envolver-se com o Miller Mathematics Improvement Program e o fruto deste trabalho foi a publicação de um livro, hunto a Janson Frand, “Theory na Applications of Mathematics for Teachers (1975)”, bem recebido e utilizado em muitas escolas.

Na Universidade do Texas, obteve a cátedra “Sam A Lindsey”, retirando-se em 1997.


Traduzido de “Las negratas” e do “Centro Virtual de divulgación de las matemáticas”.

Categories: ,

1 comentários: