sábado, 28 de setembro de 2013

Posted by Mulheres na ciência on 07:03 2 comments


Nasceu na Antiga Grécia, no século VI A.C., em torno do 546 A.C., na cidade de Crotona. Filosofa e matemática. Filha de um homem rico que apreciava o valor das ciências e da arte, ele quis que sua filha se instruísse, por isso a enviou para academia de Pitágoras.

Na academia de Crotona se dava muita importância a educação, foi uma das poucas escolas que se admitia mulheres. Ensinava-se uma grande variedade de temas filosóficos, matemática, astronomia, física e medicina. Theano se destacou muito rapidamente como uma grande aluna e não demorou em ser professora dentro da academia pitagórica.

Theano e Pitágoras se casaram e tiveram três filhos. Durante uma rebelião contra o governo de Crotona, Pitágoras foi assassinado junto a outros professores e a outros professores e a academia foi destruída.

Durante o exilio, ela se dedicou a expandir seus ensinamentos e converteu-se em uma pitagórica reconhecida, escrevia tratados de matemática, física, astronomia e medicina. Difundiu este sistema filosófico e matemático na Grécia e no Egito.

Theano é reconhecida como a primeira mulher matemática da história.

Traduzido do Mujeres que Hacen la Historia

2 comentários: