sábado, 23 de fevereiro de 2013

Posted by Mulheres na ciência on 11:59 No comments



Botânica geneticista estadunidense nascida em Hartford, Connecticut, considerada com Gregor Mendel e Thomas Hunt Morgan, as três mais importantes figuras da história da genética, Prêmio Nobel de Fisiologia ou Medicina (1983) pela descoberta do fenômeno conhecido como transposição genética e suas descobertas sobre elementos genéticos móveis.

Uma das quatro crianças de Thomas Henry McClintock e Sara Handy McClintock, mudou-se para o Brooklyn, New York (1908), e graduou-se na Erasmus Hall High School, Brooklyn (1919). 


Foi bacharelada (1923), mestre (1925) e doutorada em botânica pela Cornell University (1927), onde permaneceu (1927-1941), primeiro como instructor and researcher em genética do milho (1927-1931) pesquisando com o Grupo de Cornell: R.A. Emerson, George Beadle, Marcus Rhoades e Charles Burnham, e publicou com H. Creighton seu primeiro paper em genética (1931). 

Tornou-se (1931) fellow do National Research Council, conduzindo pesquisas na Cornell, University of Missouri em Columbia, e no California Institute of Technology. 

Foi fellow (1933-1934) da Guggenheim Memorial Foundation e conduziu pesquisas no Instituto Kaiser Wilhelm, em Berlim, e no Instituto Botânico de Freiburg, Alemanha. 

Foi pesquisadora na Cornell Universityr (1934-1936) e Assistant Professor em Genética da University of Missouri, em Columbia (1936-1940). 

Também foi pesquisadora em Genética da Carnegie Institution of Washington Cold Spring Harbor, Long Island, New York (1941-1967), onde aposentou-se, mas continuou pesquisando totalizando meio século de atividades no CSH Laboratory.

Foi eleita para a National Academy of Sciences (1944) e presidenta da Genetics Society of America (1945). 

Além do Nobel recebeu muitos outros prêmios, como a Service Award, Carnegie Institution of Washington (1967), a National Medal of Science (1971) e o Albert and Mary Lasker Award (1981). 

Empreendeu uma das mais espetaculares descobertas da genética: os genes saltadores, e passaram-se mais de trinta anos entre a sua descoberta, fundamental para a genética, e o recebimento do Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina (1983). Morreu em Huntington Hospital, New York, próximo ao Cold Spring Harbor, aos 90 anos.

Fonte: DEC da UFCG
Categories: , ,

0 comentários:

Postar um comentário