sábado, 23 de fevereiro de 2013

Posted by Mulheres na ciência on 12:19 No comments




Bióloga, física e química germânica nascida em Magdeburgo, pesquisadora do Max-Planck-Institut für Entwicklungsbiologie, Tübingen, Alemanha, co-vencedora do Prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina (1995), juntamente com os biólogos estadunidenses Edward Bok Lewis e Eric Francis Wieschaus, por demonstrarem que todas as faculdades das células são formadas em última instância por seu fator hereditário, descoberta importante para compreender o desenvolvimento dos embriões. 



Diplomada em biologia, física e química (1962-1964) pela Johann-Wolfgang-Goethe-Universität, Frankfurt/Main, Germany, com mestrado em bioquímica (1964-1968) pela Eberhard-Karls-Universität, Tübingen, e Ph.D (1969-1973) em biologia genética, no Max-Planck-Institut für Virusforschung, orientada pelo Dr Heinz Schaller.


Foi chefe de um grupo de pesquisas no European Molecular Biology Laboratory (EMBL), Heidelberg (1978-1980), e no Friedrich-Miescher-Laboratorium der Max-Planck-Gesellschaft, Tübingen (1981-1985), e tornou-se cientista membro do Max-Planck-Society (1985) e diretora da divisão de genética do Max-Planck-Institut für Entwicklungsbiologie (Developmental Biology), Tübingen (1985).

Já recebeu muitas honrarias na Alemanha e exterior entre elas Brooks Lecturer, Harvard Medical School (1988), o Mattia Award, Roche Institute, New Jersey (1990), Dr h.c. Utrecht University, Dr h.c. Princeton University (1991), Dr h.c. Universität Freiburg , Dr h.c. Harvard University (1993), e muitas medalhas e prêmios em Genebra, Leverkusen, Londres, Würtzburg, Berlim, Bertner Award, Anderson, Houston, Texas, Indiana, etc.

Fonte: DEC da UFCG

0 comentários:

Postar um comentário