sábado, 23 de fevereiro de 2013

Posted by Mulheres na ciência on 11:04 No comments



Física germânica nascida em Kattowitz, na Alemanha, hoje Katowice, Polônia, notável pesquisadora sobre a estrutura do átomo e uma das agraciadas com o Prêmio Nobel de Física (1963), 1/4 do prêmio, juntamente com J. Hans D. Jensen, da Universidade de Heidelberg, por pesquisas sobre a estrutura do átomo e seu núcleo, prêmio também dividido com o húngaro-americano Eugene Paul Wigner, que ficou com metade do prêmio.

Filha de Friedrich Goeppert e Maria, née Wolff, foi educada na Universidade de Göttingen, onde seu pai era professor de pediatria, doutorou-se (1930), casou com o físico-químico americano Joseph E. Mayer (1931) e foi morar nos Estados Unidos, passando a ensinar na Johns Hopkins University (1930-1939), tornando-se cidadã americana (1933).

Ensinou no Sarah Lawrence College (1939) e na Columbia University (1939-1945), onde demonstrou que o núcleo atômico tinha uma estrutura de prótons-nêutrons encapsulados e mantidos juntos por uma força de natureza complexa e trabalhou na separação de isótopos de urânio para construção da bomba atômica no Manhattan Project. Continuou suas pesquisas no Institute for Nuclear Studies da Universidade de Chicago (1945) e no Argonne National Laboratory (1946-1960). Publicou Elementoary Teory of NuclearShell Structure (1955).

Após sofrer um derrame cerebral (1960) que a deixou parcialmente paralítica, trabalhou para a Universidade da Califórnia, em San Diego (1960-1972) onde morreu (1972).

Fonte: DEC da UFCG
Categories: ,

0 comentários:

Postar um comentário