sábado, 23 de fevereiro de 2013

Posted by Mulheres na ciência on 11:57 No comments


Anatomista estadunidense nascida em Central City, Colorado, uma das primeiras mulheres médicas norte-americanas a construir uma carreira como pesquisadora e primeira mulher eleita para a National Academy of Sciences. 


Ela e a sua irmã Mary foram criadas em parte por um tio e avós depois que ficaram órfãs da mãe (1877). Seus parentes a encorajaram a estudar e assim ela cresceu e foi educada em Denver, Chicago e Vermont. Quando ela sentiu que não tinha talento para ser pianista, optou em tempo integral pela ciência. 

Graduou-se no Smith College, Northampton, em Massachusetts (1893). Após ensinar matemática por dois anos em Denver e zoologia no Smith College por um ano, ela foi a primeira mulher a ser aceita na Johns Hopkins University School of Medicine, Baltimore, Maryland (1896), onde construiu uma grande reputação em conhecimentos em embriologia e histologia. Doutora na Johns Hopkins (1900), publicou An Atlas of the Medulla and Midbrain (1901), um livro de texto sobre medicina que se tornou muito popular. 

No ano seguinte a Johns Hopkins revogou sua política de não contratar mulheres e ela passou a integrar seu staff de pesquisadores. 

Também destacou-se como pesquisadora do sistema linfático, onde reformulou a explicação tradicional do desenvolvimento do sistema linfático provando que desenvolvimento das veias no embrião ocorre fora em tecidos.

Professora de histologia na Johns Hopkins University (1917-1925) e membro do Rockefeller Institute for Medical Research (1925-1938), onde se aposentou e tornou-se emérita (1938). Voltou a morar em Denver, Colorado, onde trabalhou para o governo do estado, morreu e foi enterrada no Fairmount Cemetery.

Fonte: DEC da UFCG
Categories:

0 comentários:

Postar um comentário